Em um agrossistema agrícola as plantas, em sua grande maioria, obtém os nutrientes de que precisam do solo. Assim avaliar a disponibilidade dos nutrientes torna-se extremamente necessário para um sistema produtivo. Essa avaliação pode ser feita com base em uma análise de fertilidade, pois é a partir dos resultados obtidos na análise que será feita a recomendação da adubação e calagem (adição de calcário para corrigir a acidez do solo) na área a ser plantada.

As culturas, e mesmo os cultivares, variam muito na sua capacidade de tolerância ou sensibilidade à acidez ativa, à acidez trocável, saturação por bases, saturação por alumínio e disponibilidade de nutrientes. Dessa forma, as classes de fertilidade devem ser interpretadas, considerando as exigências específicas a cada empreendimento agrícola, pecuário ou florestal, principalmente quando deseja-se a fertilização correta dos solo. A prática da fertilização ou adubação do solo consiste no fornecimento de adubos ou fertilizantes ao solo, de modo a recuperar ou conservar a sua fertilidade, suprindo a carência de nutrientes e proporcionando o pleno desenvolvimento das culturas

Prazo encerrado para inscrições!


Quando
28/10/2017 13h30
Vagas
1 restante(s)
Carga Horária
4 hora(s)
Palestrantes
  • Prof. Dr. Leonardo Pim Petean
    • Faculdade Integrado de Campo Mourão
Informações

Programação Indisponível